Radar

Radar   Direitos   

Apple

 

A Apple propôs padronizar o valor dos direitos, nos serviços on-demand, em 9,1 centavos de dólar por música, por stream. A proposta foi feita ao Copyright Royalty Board – um painel americano de juízes federais que supervisiona tarifas nos EUA – e, caso adotada, entraria em vigor a partir de 2018.

A proposta parece ser uma estratégia para dificultar a vida dos competidores. O valor proposto iria aumentar os custos para o Spotify, pesando particularmente no serviço gratuito suportado por publicidade. Para a Apple, não haveria efeitos uma vez que os valores que ela paga pelo Apple Music foram acordados diretamente com as editoras de música no ano passado.

Fonte: Music Business Worldwide / The New York Times

 

Compartilhar

Enviar um comentário

error: