Radar

Radar   Podcasting   

Apple, Spotify e uma infinidade de apps disputam o mercado de distribuição de podcasts.

Segundo o Libsyn, um dos principais serviços de hosting de podcasts, a Apple continua a ser o principal canal de distribuição de podcasts. De cada 100 downloads, cerca de 60 são requisitados pela Apple, 10 pelo Spotify e 11 por um conjunto de seis aplicativos que representam entre 1 e 3 downloads cada um. O restante destes downloads (19) é pulverizado dentre um grande número de outros agentes, com uma contribuição individual abaixo de 1. É importante registrar que 62,4% dos downloads do Libsyn são requisições do mercado americano e que a participação do Brasil é de apenas 1,6% deste universo.

Segundo a pesquisa ABPOD-CBN 2018, o app utilizado com mais frequência pelos ouvintes brasileiros de podcasts é o Podcast Addict, seguido por Apple, Google Podcasts, Pocket Casts, Spotify e outros.

Vale destacar que, o Google Podcasts ocupou a terceira posição na lista, mesmo sendo um app recém lançado na época em que a pesquisa foi realizada. A performance do Spotify é outro indicador importante, uma vez que o serviço aparece dentre os principais players, antes mesmo dos movimentos recentes de promoção do podcasting na plataforma.

Por outro lado, em uma pesquisa recente do IBOPE, com uma definição mais “elástica” de podcast, o YouTube ficou em primeiro lugar no Brasil, seguido por Spotify, Google Podcasts e Apple Podcasts.

O número de downloads de cada app é também um indicador que vale acompanhar. Tanto nos EUA como no Brasil, Castbox e Google Podcasts têm posições de destaque dentre os apps exclusivos de podcasts. Quando incluímos os apps mistos, de música e podcasts, Spotify e Deezer lideram. Porém, mesmo neste grupo mais abrangente, Castbox, Google Podcasts e outros dois apps exclusivos de podcasts estão na lista dos 10 mais baixados.

Fonte: Libsyn / SensorTower / Pesquisa ABPOD-CBN 2018

Compartilhar

Enviar um comentário

error: