Radar

Um fato importante identificado pela pesquisa Infinite Dial 2016 foi que a posse de receptores de rádio entre os consumidores nos EUA caiu significativamente. Em comparação com 2008, a porcentagem de americanos com 12 anos ou mais que não possuem um rádio cresceu de 4% para 21%. No grupo de 18 a 34 anos, este índice chega a 32%. (Veja os gráficos abaixo)

Embora o mais usual hoje em dia seja o rádio vir embarcado em outros dispositivos, o número crescente de pessoas que não possuem nenhum rádio é um indicador importante. É no mínimo um dificultador e, para os jovens, pode significar um distanciamento do hábito de ouvir o rádio convencional over-the-air.

Por outro lado, como o alcance do rádio tem se mantido praticamente estável nos últimos anos, é razoável supor que o rádio no carro seja o fator que vem equilibrando esta conta. Porém, o carro conectado, ainda pouco comum hoje em dia, é uma ameaça para esta estabilidade (veja também o post AM/FM lidera nos carros mas online cresce continuamente).

Número de receptores de rádio AM/FM que as pessoas com 12 anos ou mais tem em casa nos EUA

Número de receptores de rádio AM/FM que as pessoas com 12 anos ou mais tem em casa nos EUA

 

Número de receptores de rádio AM/FM que as pessoas entre 18 e 36 anos tem em casa nos EUA

Número de receptores de rádio AM/FM que as pessoas entre 18 e 34 anos tem em casa nos EUA

 

Fonte: Edison Research / Triton Digital / Infinite Dial 2016

Compartilhar

Enviar um comentário

error: