Categoria: Serviços de Música

Radar   Serviços de Música

O Deezer lançou o seu serviço de streaming música nos EUA. A assinatura será de US$ 9,99 por mês e não haverá uma versão gratuita. O serviço se posiciona como uma oferta personalizada de música on-demand. Além dos algoritmos da plataforma, eles contam ainda com 50 editores de música para oferecer…

O Pandora defendeu em um artigo, a sua liderança de audiência nos EUA e, em consequência, as respectivas verbas de publicidade que isto representa. Segundo os dados apresentados no site, em território americano, o Pandora tem 81 milhões de usuários do serviço gratuito (suportado por publicidade) contra 34 milhões do…

  O serviço de música Rhapsody passou a se chamar Napster. A marca Rhapsody era usada apenas nos EUA e agora está unificada globalmente. Fonte: RAIN

  A Apple propôs padronizar o valor dos direitos, nos serviços on-demand, em 9,1 centavos de dólar por música, por stream. A proposta foi feita ao Copyright Royalty Board – um painel americano de juízes federais que supervisiona tarifas nos EUA – e, caso adotada, entraria em vigor a partir de 2018. A proposta parece ser uma…

  As playlists ocupam cada vez mais espaço nos serviços de streaming de música. E é interessante observar que, além dos algoritmos destas plataformas, Apple Music, Google Play Music e Spotify passaram a contratar profissionais de rádio nos últimos dois anos para o desenvolvimento destas playlists. Nesta última semana, mais…

O Spotify continua crescendo acelerado e ultrapassou a casa dos 37 milhões de assinantes pagos. O gráfico abaixo mostra a evolução nos últimos anos e uma comparação com o Apple Music e o Tidal. No último trimestre, o Spotify adicionou cerca de 2 milhões de assinantes pagos por mês. Mas parte deste crescimento está…

  O grande problema do Apple Music no momento é que os assinantes não estão permanecendo no serviço. Segundo pesquisa da Cowen divulgada na última semana, o churn (desistência da assinatura) do Apple Music é de 6,4% ao mês, quase três vezes maior que o do Spotify. Fonte: Music Business Worldwide…

O consumo de música on-demand por streaming continua crescendo (58%) enquanto a venda de álbuns continua diminuindo (-14%). Honrosa exceção para a venda de discos de vinil que está crescendo (17%)… Os dados são do primeiro semestre de 2016 comparados com igual período de 2015.       Fonte: Buss Angle…

Neste primeiro semestre de 2016, o número de streams de áudio on demand (Spotify, Apple Music e outros) superou o de vídeos de áudio do YouTube nos EUA. No total, foram 114 bilhões (55%) de streams de música contra 95 bilhões de vídeos de música (45%). Comparando o primeiro semestre…

  Está ocorrendo uma disputa entre o Spotify e a Apple. Versões novas do aplicativo do Spotify não estão sendo publicadas na Apple Store. Segundo a Apple, a razão é que a nova versão do app do Spotify violaria as regras de negócios da Apple Store. A nova versão do…

error: