Radar

 

A Adobe Digital Insights divulgou uma pesquisa sobre assistentes de voz realizada no mercado americano no ultimo mês. O estudo se baseou em entrevistas online com 1.025 americanos 18+ anos. O requisito para participar da pesquisa era possuir ao menos um dispositivo digital como um smartphone ou tablet.

O estudo apresentou resultados interessantes sobre o uso dos assistentes de voz e a aderência entre as plataformas e a publicidade.

 

1. Publicidade nas smart speakers

Cerca de 1 em cada 4 proprietários de smart speakers já ouviu um anúncio no seu dispositivo. Os anúncios foram escutados com mais frequência enquanto o usuário estava ouvindo músicas ou podcasts (20%), fazendo buscas online (11%) ou checando as notícias (9%).

 

2. Anúncios nas smart speakers são menos intrusivos

Cerca de 2 em cada 5 consideram os anúncios nas smart speakers menos intrusivo que em outras mídias (TV, impresso, online e redes sociais).

A mesma proporção, de 2 para 5, considera também que o anúncio nas smart speakers provoca um maior engajamento.

 

3. Eficácia da publicidade

Cerca de 2 em cada 5 dos entrevistados afirmou que o anúncio escutado fez com que ele fizesse a compra do produto posteriormente.

Além disto, 1 em cada 3 considera razoável ter que ouvir publicidade em troca de poder usufruir de um serviço gratuitamente.

 

4. Atividades relacionadas ao processo de compra

Atividades que estão relacionadas ao processo de compra e que são realizadas nas smart speakers incluem: buscar de produtos (40%), elaborar listas de compras (30%), comparar preços (25%) e checar o status de um pedido (19%).

 

5. Compras através das plataformas de voz

A compra através das plataformas de voz ainda é uma realizada para uma minoria. Apenas 1 em cada 5 entrevistados disse que já havia feito alguma compra por uma plataforma de voz, embora 15% tenham afirmado fazer isto com certa frequência, repetindo compras de determinados itens de forma recorrente.

Porém, há potencial no uso das plataformas de voz para compras. Cerca de 2 em cada 5 usuários entendem que comprar por voz é mais fácil que usando o computador. A mesma proporção afirma que compraria mais itens se estivessem disponíveis nestas plataformas. E 3 em cada 5 dizem que usariam a plataforma para compras domésticas recorrentes de menor valor.

 

6. Interesse pelos assistentes de voz

Perguntados sobre a importância da plataforma de voz no processo de decisão de compra de novos produtos, entre 25% e 33% (dependendo do tipo de produto) disseram que sim, o recurso seria desejável.

 

 

Fonte: RAIN / Adobe Digital Insights

Compartilhar

Enviar um comentário

error: