Radar

Radar   Mobile   


Quando usamos um assistente do voz, o áudio da requisição que fazemos precisa ser transferido para servidores na nuvem para poder ser transformado em texto, interpretado e, então, gerar uma ação como resposta. Assim é o Google Assistant.

Utilizando os avanços da tecnologia de redes neurais, o Google desenvolveu um novo modelo de reconhecimento de voz e interpretação que reduziu os 100 GB necessários para funcionar na nuvem para apenas 0,5 GB.

Com isto, o assistente poderá rodar localmente, no smartphone, com uma latência mínima e até em modo off-line. As respostas virão até 10 vezes mais rápidas. O usuário poderá ainda realizar ações entre apps, multitarefa, de forma ágil. Poderá também, com o recurso de “conversação continuada”, fazer seguidas requisições sem precisar dizer “Hey Google” antes de cada uma.

Esta nova geração do Google Assistant será lançada, ainda neste ano, nos novos modelos do smartphone Pixel. O anúncio foi feito no Google I/O 2019.


Demonstração da nova geração do Google Assistant

Fonte: Google

Compartilhar

Enviar um comentário

error: