Radar

Enquanto os anunciantes se esforçam ao máximo para coletar informações dos consumidores rastreando suas atividades, do outro lado, o usuário reage querendo proteger a sua privacidade.

Agora, o iOS 10 veio com recursos para ajudar o usuário de dispositivos Apple a bloquear integralmente o rastreio de informações (ajustes> privacidade> publicidade> limitar publicidade rastreada).

Em outubro, algumas semanas após o lançamento do iOS 10 da Apple, 18% dos usuários em todo o mundo tinham ativado a opção de inibir rastreamento. Nos EUA, este percentual era de 20,5% e no Brasil era de 8,2%. Estas taxas tendem a aumentar na medida em que mais dispositivos atualizem seus sistemas e o recurso seja mais conhecido.

 

Share dos dispositivos iOS nas Américas com a limitação de rastreio ativada pelo usuário

Share dos dispositivos iOS nas Américas com a limitação de rastreio ativada pelo usuário

 

O bloqueio do rastreio (ad tracking) não só inviabiliza o reconhecimento do usuário para fins de seleção de target com também impossibilita fazer a atribuição, a comprovação de quem realmente originou a ação de marketing desejada (o click, a compra, a visita ao site etc). Neste sentido, o bloqueio aproxima o meio digital da radiodifusão tradicional.

A busca por privacidade é também a razão pela qual o uso de ferramentas de ad-blocking está se tornando mais popular (ver mais sobre ad blocking aqui).

Fonte: eMarketer

Compartilhar

Enviar um comentário

error: