Radar

Infinite Dial 2016

Alimentado em parte pelo crescimento continuo da base de usuários de smartphones, o consumo de rádio online e podcasts está alcançando dimensões de comunicação de massa.

De acordo com a pesquisa Infinite Dial 2016, realizada pela Edison Research e a Triton digital, 50% dos entrevistados de 12 anos ou mais havia escutado algum tipo de rádio online na semana anterior, um aumento de 44% em relação a 2015.

Esta pesquisa é parte de uma série que vem sendo realizada desde 1998. A cada edição, são mais de 2.000 entrevistas por telefone, celulares e fixos, feitas com americanos com idades entre 12 anos ou mais. É uma referência para o segmento de mercado de áudio online.

Os destaques deste ano são:

Podcasting:
A audiência de Podcast mostrou ganhos significativos, tanto na base mensal (17% a 21%) quanto na semanal (10% a 13%). Aqueles que consomem podcasts em uma base semanal ouviu uma média de cinco podcasts por semana.

Receptores AM/FM:
Caiu a penetração de receptores AM/FM nas residências. Apenas 79% dos entrevistados dissseram possuir um rádio AM/FM em casa. Esse número era de 96% em 2008. Entre os jovens de 18-34 anos, esse número caiu mais ainda no mesmo período, foi de 94% para 68%.

Radio Online:
Pandora continua sendo a marca de serviço de áudio online mais conhecida com um índice de 82% dos entrevistados. Seguem Apple Music (67%), iHeartRadio (65%) e Spotify (52%). Em audiência semanal, o Pandora (32%) tem uma grande vantagem sobre o Spotify (13%), porém, o Spotify diminuiu a diferença em relação a 2015. O Spotify também mostrou um crescimento significativo como “a marca de áudio mais utilizada”, um aumento de 10% para 14%. O Pandora, entretanto, continua forte com 48%.

Rádios AM/FM:
As rádios AM/FM dividem com “amigos e família”, ambos com 68% dos entrevistados, a primeira posição dentre as fontes mais utilizadas para manter-se atualizado em relação a novas músicas. O You Tube ocupa o terceiro lugar com 66%. Entretanto, na faixa de 12 a 24 anos, o rádio cai para o terceiro lugar (58%), atrás do You Tube (86%) e de “amigos e família” (74%).

Smartphone:
O percentual de proprietários de smartphone aumentou de 71% para 76% dos entrevistados. Entre os jovens de 12-24 anos, este percentual subiu para 93%, enquanto que a faixa de 55 anos aumentou de 45 para 51%.

Mídias Sociais:
O Facebook continua a ser o serviço de mídia social mais utilizado entre todas as idades com 64%. Mas entre 12-24 anos, foi ultrapassado pelo Snapchat (72% a 68%) com o Instagram logo atrás (66%).

Fonte: RAIN / Edison Research / Triton Digital / Infinite Dial 2016

Compartilhar

Enviar um comentário

error: