Radar

O rádio sempre aparece como a principal fonte de consumo de conteúdo de áudio. Na pesquisa 2017 da Music Business Association, com foco específico no consumo de músicas, não foi diferente. O rádio apresentou 34% de share do tempo ouvindo música (ou 39% se somarmos o share do simulcast das emissoras na internet).

O streaming de música on-demand (Spotify, Apple Music etc) vem em segundo com 26% de share.

Na comparação com o ano anterior, o rádio perdeu um ponto percentual e o streaming de música ganhou dois.

A pesquisa foi realizada no mercado americano.

 

 

Fonte: Inside Radio / Music Biz / Music Consumption: The Overall Landscape 2017

Compartilhar

Enviar um comentário

error: