Radar

Um pesquisa realizada nos EUA e Canadá, envolvendo cerca de 50 mil ouvintes das bases de contatos de 519 emissoras, avaliou o peso da audiência nos carros. Por ser feita com ouvintes cadastrados nas emissoras participantes, a pesquisa não representa o total da população, porém, ainda assim, os dados são bons indicadores de comportamento e tendências.

A pesquisa mostrou que 54% dos ouvintes escutam rádio principalmente nos carros. Cerca de 1 em cada 5 pesquisados (20%) afirmaram, inclusive, que escutam rádio exclusivamente no carro. A pesquisa mostrou ainda que esta parcela de ouvintes tem aumentado nos últimos anos.

 

 

 

Vale notar que este aumento no público que ouve apenas ou principalmente no carro não representa um crescimento da audiência. Na verdade, é o reflexo da diminuição da audiência em outros ambientes, migrando para conteúdos digitais, aumentando assim a representatividade (%) do público no carro.

Porém, este território ainda dominado pelo rádio AM/FM, começa também a sofrer a influência das novas opções de conteúdo que estão chegando nos carros.

 

 

Dentre os entrevistados que afirmaram estar ouvindo menos rádio que no ano anterior, a principal razão apontada para isto foi justamente este aumento de opções de conteúdo no carro. Dentre elas, as que foram mencionadas com mais frequência foram o SiriusXM (serviço de rádio por assinatura por satélite), as interfaces carro-smartphone CarPlay e Android Auto e os novos sistemas multimídia instalados nos carros.

 

 

Veja também:
Ouvintes apontam principais razões para se ouvir ou para não se ouvir rádio
Conteúdo online ganha espaço do rádio AM/FM no carro dos americanos

Fonte: Techsurvey 2019 / Jacobs Media

Compartilhar

Enviar um comentário

error: