Radar

As músicas escolhidas individualmente representam metade do tempo de consumo dos usuários. As playlists representam cerca de 1/3 do tempo.

Dentre as playlists ouvidas, as criadas pelo próprio usuário representam metade do tempo de consumo. As playlists prontas, oferecidas pelos serviços de música (“descobertas da semana”, “daily mix” etc), representam outros 33% do tempo.

Os números são da pesquisa da BuzzAngle, no mercado americano, referente ao ano de 2017.

 

 

 

Fonte: BuzzAngle Music 2017 U.S. Report

Compartilhar

Enviar um comentário

error: